QUEM SOMOS

PAULO MARCOS é Artista (TUCA, 1991), Especialista em Arte Integrativa (UAM, 2005) e Mestre em Educação (USP, 2011). Há três décadas atua, dirige, compõe, escreve, ensina e produz teatro no Brasil. Atuou recentemente em O JARDIM DAS CEREJEIRAS (dir. Eduardo Tolentino de Araújo, 2019), A NOITE DE 16 DE JANEIRO (dir. Jô Soares, 2018), UMA PEÇA POR OUTRA (dir. Brian Penido Ross e Guilherme Sant’Anna, 2017), URINAL: O MUSICAL (dir. Zé Henrique de Paula, 2015) e L’ILLUSTRE MOLIÈRE (dir. Sandra Corveloni, 2011). É co-fundador da Cia. Ouro Velho, que se dedica à realização de projetos integrados de arte e educação, como os musicais infanto-juvenis O NOVO REI DE BELELÉU (2016) e O LUGAR DE ONDE SE VÊ (2014). Leciona atualmente nos Cursos Superiores de Teatro e Dança da Universidade Anhembi Morumbi e na Escola de Atores Wolf Maya.

LARA HASSUM é formada em Dramaturgia pela SP Escola de Teatro, Interpretação pela Escola de Atores Wolf Maya e Jornalismo pela UNIP. Atua desde 2010 em companhias teatrais renomadas. Dentre seus trabalhos destacam-se: Uma Peça por Outra do Grupo TAPA, direção de Brian Penido Ross, Playground (2 indicações ao Prêmio Shell 2016), direção de Marco Antônio Pâmio, Memórias (não) inventadas da Cia Triptal, direção de André Garolli, L'illustre Molière (3 Prêmios Shell) da Cia D'Alma, direção de Sandra Corveloni, Senhora dos Afogados do Núcleo Experimental, direção de Zé Henrique de Paula, e O Novo Rei de Beleléu da Cia Ouro Velho, direção de Paulo Marcos.

ALINE GONÇALVES é atriz e arte educadora formada pela Faculdade Paulista de Artes. Atuou no teatro em peças como O Novo Rei de Beleléu e O Lugar de Onde se Vê pela Cia Ouro Velho, O Amor Move o Sol e as Estrelas com direção de Roberto Vignati, Eclipse com direção de Marcelo Braga, Cala Boca Já Morreu com direção de Sandra Corveloni, entre outros. Como Arte Educadora leciona teatro para crianças na Escola Santi, ministrou oficinas de teatro para jovens e adolescentes na Oficina Livre de Teatro Teatrarte e aulas de educação artística no Colégio Estela Maris Recanto Encantado. Participou do web programa de Páscoa Turma Tina e Tati e na apresentação beneficente da peça infantil Sonhos na Vivenda da Criança.

WhatsApp Image 2021-10-08 at 16.41.02.jpeg

ALINE PENTEADO é atriz, dubladora e locutora, formada pela Escola de Atores Wolf Maya e pela DuBrasil - Central de Dublagem. É membro integrante da Cia Ouro Velho onde realizou os espetáculos: " O Novo Rei de Beleléu", " O Lugar de Onde Se Vê" e "Estação Vivaldi". Como dubladora, protagonizou o filme "Um Conto de Natal" como Ellen Scrooge, do diretor Steven Salgado e para a HBO, participou das séries "The Leftovers", "Veep" e "Silicon Valley". Na animação, dublou o seriado animado inspirado no jogo Perguntados (Triviatopia) no Youtube e Youtube Kids e animes como My Hero Academia, Fruit Basket, Attack on Titans, Stand My Hero e Mars Red.

DANILLA FIGUEIREDO é atriz e educadora bilíngue. Egressa da Escola de Atores Wolf Maya, participou de cursos de aprimoramento em teatro, expressão corporal e improviso pelas instituições Uterus Livre de Teatro e Jogando no Quintal. Participou das peças: Tio Vânia pelo projeto Ademar Guerra sob direção de Erick Gallani; São Paulo Surrealista I da Cia Teatro do Incêndio sob direção de Marcelo Marcus Fonseca; A Farsa de Inês da Cia do Joçá com direção de Sérgio Carriel; e de O Lugar de Onde se Vê e O Novo Rei de Beleléu da Cia Ouro Velho sob direção de Paulo Marcos. Também compõe a equipe de educadores bilíngues do Colégio Elvira Brandão, onde desenvolve projetos de artes e teatro na língua inglesa.

camelo.jpg

FELIPE CAMELO é ator, bailarino e coreógrafo. Cursou a Escola de Atores Wolf Maya em São Paulo - SP e teve formação em danças nordestinas com Fátima Monteiro no Recife – PE. Participou do quadro Pindorama na abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, bem como trabalhou na função de coreógrafo do Boi Caprichoso para o Festival de Parintins (Amazonas) na concepção de movimentação da Rainha do Folclore (2015) e no desenho de cordões folclóricos (2016). Lá, assinou a direção cênica do Auto do Boi para o espetáculo de arena (2018), no qual dá vida ao personagem “Pai Francisco” (2016 a 2019). Em São Paulo também esteve em cartaz, sob a direção de Ciro Barcelos, com o musical ‘Tropicalistas’ (2018).

WhatsApp Image 2021-10-08 at 13.32_edited.jpg

MARCELLA PICCIN é atriz com formação superior em Artes Cênicas pela Faculdade Paulista de Artes, formação técnica em atuação pelo Teatro Escola Macunaíma e em Direção Teatral pela SP Escola de Teatro. É Celebrante Social e Mestre de Cerimônias com formação pelo SENAC e trabalha como Arte Educadora na Prefeitura de São Paulo. Entre seus trabalhos estão "Urinal, O Musical’, ‘As Troianas – Vozes da Guerra’ e ‘Senhora dos Afogados’, todos com direção de Zé Henrique de Paula e Fernanda Maia.;  ‘Chovendo na Roseira’ e ‘Menino Lua’, ambos com direção de Fernanda Maia; e o musical infanto juvenil LGBTQIA+ "O Príncipe DesEncantado" de Rodrigo Alfer. É membro integrante da Cia Ouro Velho onde realizou os espetáculos "O lugar de onde se vê" e "O Novo Rei de Beleléu". Na direção, assina o monólogo "Bairro Caleidoscópio" com atuação de Thiago Carreira.

renan.jpg

RENAN NOVAIS é ator e dramaturgo. Formado em teatro pela Universidade Anhembi Morumbi em 2019, e em Dramaturgia pela SP Escola de Teatro em 2016. Integrante do Grupo Talvez Elizabeth, onde em criação coletiva assinou a dramaturgia do espetáculo “Volvere Vento” em 2016. Adaptou o romance “1984” de George Orwell para montagem acadêmica de conclusão de curso em 2019, sob a direção de Marcelo Braga. Autor dos espetáculos de rua: “O Cabra que Varreu a Lua” com direção de Renata Zhaneta, e “O Menino que Roubou o Mundo”.

TÁSSIA MELO é atriz, bailarina e professora. Graduada em Educação Física, formada em Ballet pela Royal Academy of Dance e em Teatro pela Escola de Atores Wolf Maya. Possui mais de dez anos de experiência como professora de dança e teatro para crianças, adolescentes e adultos. Seus trabalhos mais recentes incluem a direção cênica dos Ballets: Cinderela e A Bela e a Fera, de Raquel Rotoli; a direção de movimento de Fora da Ordem e Macunaíma, de Paulo Marcos; e atuação em: São Paulo Surrealista I e São Paulo Surrealista 2: A Poesia feita Espuma de Marcelo Marcus Fonseca; O Lugar de Onde se Vê e O Novo Rei de Beleléu da Cia Ouro Velho; e no filme E a vida continua de Paulo Figueiredo.